Indígena é morto e outro baleado durante torneio de futebol em Joaquim Gomes

Alagoas 24h - http://www.alagoas24horas.com.br - 29/05/2016
A Polícia Civil de Alagoas supostamente deve iniciar nesta segunda-feira (30) as investigações que apontem para elucidação do crime que teve como vítimas indígenas da Aldeia Wassu-Cocal, na cidade de Joaquim Gomes, zona da mata alagoana.

Nesta manhã de domingo, 29, foi atingido por vários disparos de arma de fogo Erivaldo Berto da Silva, 18 anos, que não resistindo aos ferimentos entrou em óbito no local. Uma segunda vítima também foi atingida por disparos de arma de fogo, mas foragiu dos algozes tomando destino ignorado. A sua identidade não foi divulgada pela polícia.

De acordo com a polícia, as vítimas estavam em um torneio de futebol nas imediações do povoado Feliz Deserto, nas margens da BR 101 norte, quando teriam sido surpreendidos por dois homens em uma motocicleta - que não teve as características divulgada - e que teriam efetuado os disparos.

As vítimas estavam em suas motocicletas e, segundo informações de populares à polícia, no momento dos disparos tentaram foragir dos algozes.

As informações dão conta ainda que Erivaldo teria caído da motocicleta e atravessado a rodovia caindo em uma grota de difícil acesso. Ele estava em uma motocicleta CG Honda, placa NMH-1233. Parentes da vitima informaram à polícia que a motocicleta não era de sua propriedade e que havia informado que iria assistir a partida de futebol.

As motivações e as identidades dos algozes ainda são desconhecidas pela polícia.



http://www.alagoas24horas.com.br/977620/indigena-e-morto-e-outro-baleado-durante-torneio-d-futebol-em-joaquim-gomes/
PIB:Nordeste

Áreas Protegidas Relacionadas

  • TI Wassu-Cocal
  • TI Wassu Cocal (reestudo)
  •  

    As notícias publicadas neste site são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.