Violências contra os indígenas da Ilha do Bananal preocupa a Funai

Correio Braziliense (Brasília-DF) - 19/09/1991
O superintendente da Funai em Goiás, Amilton Jerônimo de Figueiredo, está preocupado com a violência generalizada contra a população indígena da Ilha do Bananal. Reflexo do clima de insegurança foi o assassinato do Javaé, Mauro Wakari, por um cabo da Polícia Militar.
De acordo com Amilton, dias antes do assassinato, ele recebeu uma carta dos Javaé, do Posto Indígena Canoanã, relatando a condição de aprisionamento em que estão submetidos, sem direito de andar, caçar, pescar e cultivar em seu próprio território.
PIB:Goiás/Maranhão/Tocantins

Áreas Protegidas Relacionadas

  • TI Araguaia
  • TI Inãwébohona
  • TI Canoanã
  •  

    As notícias publicadas neste site são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.