Presidente da Funai inicia agenda em Mato Grosso do Sul

Funai- http://www.funai.gov.br - 09/02/2017
Hoje (9) pela manhã, Antonio Costa cumpre agenda em Dourados. Ele realiza reunião com os servidores da Funai das Coordenações Regionais de Dourados e Ponta Porã e faz uma visita ao Polo Base do Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI), na cidade.

À tarde irá participar de reunião do Aty Guasu - Grande Conselho Guarani, no tekoha Guaivyry, localizado nos municípios de Aral Moreira e Amambai. Em 2011, o cacique Nísio Gomes foi assassinado no local, durante um ataque à comunidade indígena.

Na manhã do dia 10/2, o presidente realizará reunião com os servidores da Funai da Coordenação Regional de Campo Grande e uma visita ao DSEI da capital. No período da tarde, participará de reunião com representantes do Conselho Terena, na Terra Indígena Taunay/Ipegue, no município de Aquidauana.

Na manhã de sábado (11/2), Costa fará reunião com o Fórum dos Caciques, em Sidrolândia, e à tarde inicia o retorno a Brasília.


Motivações


"O objetivo da viagem é ouvir as comunidades indígenas e os nossos servidores sobre o fortalecimento da Funai, nesse ano em que iremos celebrar os 50 anos da instituição", disse Costa.

O presidente também irá realizar um levantamento da situação das Coordenações Regionais (CRs) e Coordenações Técnicas Locais (CTLs). A Funai conta hoje com três unidades regionais no estado, sendo uma em Campo Grande, uma em Dourados e outra Ponta Porã; e com 16 CTLs vinculadas às CRs.

O Mato Grosso Sul é um dos estados que apresentam maior vulnerabilidade de suas comunidades indígenas, especialmente dos povos Guarani Ñandeva e Kaiowá, que buscam o reconhecimento de seus direitos territoriais e todos os direitos sociais subsequentes a esse reconhecimento.

Em 2008, a Funai instituiu sete Grupos de Trabalho (GTs) para a identificação e delimitação de terras destinadas aos Guarani Ñandeva e Kaiowá no Cone Sul do estado, a partir de um Compromisso de Ajustamento de Conduta (CAC) proposto pelo Ministério Público Federal, em 2007, com o objetivo de assegurar e efetivar os direitos territoriais desses povos, nos moldes do que preconiza a Constituição Federal de 1988.

Sobre o tema, o presidente afirma: "irei levantar todas essas demandas que estão reprimidas e dar cumprimento aos acordos e determinações já estabelecidos".



http://www.funai.gov.br/index.php/comunicacao/noticias/4087-presidente-da-funai-inicia-agenda-em-mato-grosso-do-sul
PIB:Mato Grosso do Sul

Áreas Protegidas Relacionadas

  • TI Taunay/Ipegue
  • TI Bacia Amambaipeguá
  •  

    As notícias publicadas neste site são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.