Funai afirma que tráfico de cachaça para os carajá gera violência em Bananal

Jornal do Brasil (Rio de Janeiro-RJ) - 10/12/1976
O presidente da Funai, General Ismarth de Oliveira, confirmou a existência de tráfico de cachaça da cidade de São Félix do Araguaia para a aldeia dos índios Karajá de Santa Isabel do Morro, na Ilha do Bananal, onde um servidor da Funai foi flechado seriamente por um indígena alcoolizado.
PIB:Goiás/Maranhão/Tocantins

Áreas Protegidas Relacionadas

  • TI Tapirapé/Karajá
  • TI Cacique Fontoura
  • TI Canoanã
  •  

    As notícias publicadas neste site são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.